Número total de visualizações de página

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Miguel Cadilhe é hoje ouvido pela comissão parlamentar ao caso BPN

O antigo presidente do Banco Português de Negócios (BPN), Miguel Cadilhe, vai ser hoje ouvido na comissão parlamentar de inquérito à nacionalização da instituição, naquela que será a segunda audição realizada por este orgão.

Miguel Cadilhe, que deixou de ser presidente do BPN aquando da nacionalização do banco (mas que permanece à frente da Sociedade Lusa de Negócios, a 'holding' onde este estava integrado), vai ser ouvido pelos deputados às 18 horas, no final do plenário.

O antigo ministro das Finanças assumiu publicamente a sua oposição à nacionalização do banco, que teve lugar em Novembro, considerando-a uma decisão "radical" e de natureza "política".

A Comissão Parlamentar de Inquérito à Situação que levou à Nacionalização do BPN e sobre a Supervisão Bancária Inerente é presidida pela deputada socialista Maria de Belém Roseira.

Ante-ontem, a Comissão recebeu o antigo presidente do BPN, José de Oliveira e Costa, que se encontra detido em prisão preventiva por suspeitas de burla agravada, branqueamento de capitais e infidelidade, entre outros crimes alegadamente cometidos durante a década em que liderou a instituição.

Durante a audição com os deputados, Oliveira e Costa invocou o seu estatuto de arguido para recusar responder às questões que lhe foram colocadas.

Por sua vez, Abdool Vakil, que ocupou a presidência interina do grupo SLN/BPN após a saída de José de Oliveira e Costa, em Fevereiro do ano passado, vai ser ouvido pela comissão na sexta-feira às 15 horas.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Pesquisa personalizada