Número total de visualizações de página

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Crise do DUBAI

Vale a pena ler o desenrolar dos acontecimentos no dubai, e como estão a abalar os mercados europeus de acções.

Teremos uma nova crise na europa devido à queda do dubai?

Se os investidores resgatarem o dinheiro o dubai poderá não ter capacidade de pagar os 56 bilioes de dolares que está a dever, na sua maioria a empresas europeias.

:) GG Abu-Dabi **
"Where the dreams come true"

Cliquem no link para ver os desenvolvidmentos

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Bolsas afundam devido à possibilidade de incumprimento da dívida do Dubai

As praças europeias estão a registar as maiores quedas das últimas três semanas, com os investidores assustados pela possibilidade do emirato do Dubai entrar em incumprimento da sua dívida.
Os mercados europeus estão a recuar entre 1,70 e 2,11%, ao mesmo tempo que os mercados obrigacionistas estão em forte alta e o custo de incumprimento da dívida emitida pelo Dubai sobe mais 131 pontos base para os 571 pontos base, avança a Bloomberg.
Os títulos do sector financeiro estão a ser particularmente afectados pelos temores gerados pelo Dubai. As acções do Barclays, do HSBC, do BNP Paribas e do Deutsche Bank estão a perder entre 3,7 e 5,3%.

Os receios criados por um incumprimento da dívida por parte do Dubai penalizaram também as praças asiáticas, com o índice de Xangai a afundar 3,6% e a bolsa de Hong Kong a perder 1,78%. As bolsas norte-americanas estarão hoje encerradas, para o feriado do Dia de Acção de Graças.
O Dubai abalou ontem os mercados internacionais depois da sua holding estatal Dubai World ter proposto o adiamento dos pagamentos da sua dívida, notando que não existe sequer a possibilidade de discussão antes de Maio de 2010.
Esta proposta levantou a possibilidade deste emirato do Golfo Pérsico não pagar as suas dívidas, o que seria o maior caso de incumprimento por parte de um país desde a Argentina em 2001.

O pedido do Dubai é agravado pelo facto do Emir Mohammed Bin Rashid al-Maktoum ter afirmado, apenas há duas semanas, que o emirato de Abu Dhabi estava a ajudar o território a pagar as suas dívidas, pelo que toda a capacidade dos países do Golfo Pérsico de pagar as suas dívidas está a ser seriamente questionada pelos investidores.

“O Dubai não está a fazer favor nenhum ao apetite pelo risco, e os mercados continuam piscologicamente muito frágeis. Ainda estamos num ambiente onde nos encontramos vulneráveis a todo o tipo de choques financeiros, e este é um deles”, disse à Bloomberg Russell Jones, director para o mercado de receita fixa da RBC Capital Markets.

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Ah e tal a instituição é famosa

Ir para uma instituição por ela se considerada …

enfim, isto irá continuar no nosso pais enquanto as pessoas não se aperceberem do verdadeiro significado de instuição.

Intituição – Instituições são organizações ou mecanismos sociais que controlam o funcionamento da sociedade e, por conseguinte, dos indivíduos, mostram-se de interesse social, uma vez que refletem experiências quantitativas e qualitativas dos processos socioeconômicos. Organizadas sob o escopo de regras e normas, visam à ordenação das interações entre os indivíduos e entre estes e suas respectivas formas organizacionais.

Tornando mais econômicas essas interações, as instituições (formais ou informais), são instrumentos indispensáveis à compreensão da lógica evolutiva das partículas sociais, sendo o seu estudo primordial ao entendimento dos complexos processos pelos quais o Capital se estrutura. Em essência, as instituições são responsáveis pela organização das interações sociais, analisando sua evolução e desenvolvendo métodos que as associem a ambiente favorável à alocação racional de recursos que otimizem a satisfação de suas necessidades.

Podemos esperar algo de uma “instituição” que nos "deu" algo mas que no fundo não temos nada para dar? Que credibilidade nos dá o facto de termos estado em tal instituição se dela não retiramos nem demos nada?



;) gg all *
Pesquisa personalizada