Número total de visualizações de página

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2007

Novo imposto de circulação obriga a pagar mínimo de 75 euros

Em 2008
Novo imposto de circulação obriga a pagar mínimo de 75 euros
[ 2007/02/19 | 07:57 ] Editorial
Selo do Carro

Automóvel: em cada dez euros de receita dois vão para o Fisco
Só 907 mil compraram selo do carro na Internet
Stands cobram margens brutas de 20 a 40% na venda de carros
Nova plataforma de compra e venda de usados entre particulares
Bruxelas quer reduzir emissões de CO2 nos automóveis
Crise já obriga pequenas oficinas automóveis a fechar
Os carros comprados a partir de 1 de Julho deste ano passam a pagar, em 2008, um mínimo de 75 euros e um máximo de 550 euros de Imposto Único de Circulação (IUC), que substituirá o actual «selo do carro».
De acordo com o «Diário de Notícias», os actuais proprietários e os veículos comprados até 30 de Junho deste ano continuam a liquidar o selo do carro de acordo com o actual formato. Para este ano está previsto um aumento de 2,1 por cento, de acordo com o Orçamento do Estado para 2007.

Para os veículos a comprar a partir de Julho deste ano deixa de existir a diferenciação entre gasolina e gasóleo para efeitos de pagamento do imposto.

O novo imposto de circulação, que o Executivo apresentará brevemente ao Parlamento para aprovação, prevê a taxação da cilindrada e das emissões de dióxido de carbono, Co2.

Assim, um carro com uma cilindrada até 1.250 centímetros cúbicos e com uma emissão de Co2 de 120 gramas por quilómetro, pagará 75 euros de Imposto Único de Circulação em 2008. Parte deste imposto, o correspondente à cilindrada, será receita municipal, já que este imposto substitui o actual Imposto Municipal sobre Veículos, o vulgar selo do carro.

O imposto de circulação complementa outro imposto «pago à cabeça», o Imposto sobre os Veículos (ISV) que substitui em Julho o actual Imposto Automóvel (IA). De acordo com o Governo, no primeiro ano de vigência, o imposto baixa em média 10%, mantendo-se no entanto a carga fiscal automóvel, já que , em contrapartida, aumenta o IUC, pago anualmente, durante a vida útil do automóvel.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Pesquisa personalizada