Número total de visualizações de página

terça-feira, 20 de fevereiro de 2007

10 dicas fundamentais - Para apreciar ainda mais de Lisboa e de Portugal (por brasileiros)

Para começar – 10 dicas fundamentais
Posted on Fev 20, 2007 at 10:18 by Arnaldo | 1 Comment | Email | Print

Para apreciar ainda mais de Lisboa e de Portugal



1- NÃO espere não ter referência alguma do Brasil só por estar na Europa.

(Você ficará impressionado com a presença do Brasil e sua cultura em Portugal. Das músicas à telenovelas, das gírias às referências constantes ao Brasil, das novelas e programas de TV ao abrasileiramento da lingua portuguesa)

2- NÃO imagine que a comida portuguesa é apenas bacalhau

(há mais de 100 receitas à base do peixe, mas NÃO é o único prato típico, tampouco a base da culinária portuguesa)

3- NÃO pense que será fácil entender o idioma e fazer-se entender

(nós falamos brasileiro e eles, português, o que é muito diferente.

Começando por Lisboa...Falamos a mesma língua?)

4- NÃO espere encontrar paisagens e arquitetura muito diferente

(evidentemente que há castelos e palácios, mas no mais é tudo muito parecido, especialmente com o Rio de Janeiro e Salvador. "Uma familiaridade especial entre o Rio de Janeiro e Lisboa" )

5- NÃO imagine que Cabral é famoso por lá

(Pero Vaz de Caminha e Vasco da Gama valem muito mais que Cabral )

6- NÃO imagine o português como o estereótio tipo “lápis na orelha” ou garrafeiro

(não imagine encontrar o português estereotipado que conhecemos no Brasil, dono de boteco, garrafeiro e lápis na orelha com calça risca de giz )

7- NÃO pense que não encontrará nada do Brasil

(das novelas à programação da TV Globo, das gírias aos cantores, dos artistas de TV e Teatro ao Rock in Rio, Portugal está pleno de Brasil )

8- NÃO pense que só ouvirá Fado no rádio

(a programação é internacional, nacional popular, brasileira e só se ouve Fado em Casas de Fado )

9- NÃO pense que não vale a pena ir apenas para Portugal numa viagem

(em vez de esticar a outros países, ou mesmo até à vizinha Espanha, explore bem Portugal, de ponta a ponta, em duas semanas. É tudo perto. E quando retornar, diga que “conheceu” Portugal, não apenas que “esteve” lá. )

10- NÃO pense que entenderá as placas e nomes de ruas, estradas, cidades e lugares

(Nomes como Carrazeda de Ansiães, Grelos (brotos de couve ), Manique do Intendente, Lamas do Chelão, Caldas de Manteigas, lugares como cabeçudo, Orelhudo e Mal-lavado, Cabaços, “aderente” (sistema de cobrança automática de pedágio), “Berma” (acostamento), “ Portagem” (pedágio), entre outros) .

Sem comentários:

Enviar um comentário

Pesquisa personalizada