Número total de visualizações de página

quinta-feira, 1 de março de 2007




Papa Ordena Estudo do Preservativo na Luta Contra a SIDA




De acordo com o dirigente do ministério de cuidados de saúde do Vaticano, o Papa Benedito pediu aos teólogos e cientistas mais velhos para prepararem um documento que analise o uso do preservativo como meio de evitar a transmissão do HIV. “Em breve, o Vaticano irá endereçar um documento acerca do uso de preservativos por pessoas que tenham doenças graves, nomeadamente SIDA”, disse o Cardeal Javier Lozano Barragan numa entrevista publicada ontem no jornal La Repubblica.

O Vaticano opõe-se actualmente ao uso do preservativo como parte dos seus ensinamentos contra a contracepção, defendendo que a abstenção relativamente ao sexo é a único modo seguro de travar o alastramento do HIV/SIDA. Mas o assunto dividiu os mais altos oficiais da Igreja. Na entrevista, Barragan classificou-a como “uma questão muito delicada e difícil que requer prudência”.

O anúncio de Barragan foi feito apenas alguns dias depois de o Cardeal Carlo Maria Martini, um opositor nas eleições papais do ano passado, ter sugerido que o uso de preservativo é o “mal menor” na luta contra a SIDA.

Barragan recusou fazer qualquer antecipação do estudo, e não é claro se o relatório levará de facto a uma alteração fundamental na política da Igreja.

The Guardian (London) (04.24.06)::Barbara McMahon

Coment:
boa ideia

------
Segundo uma reportagem da BBC
Vaticano sustenta que os preservativos são ineficazes na prevenção da sida

O Vaticano está a difundir, a milhões de fieis em vários países do mundo, a tese de que, ao contrário do que afirmam os cientistas, os preservativos não impedem a transmissão do vírus da sida, revela uma investigação da televisão britânica BBC.
Segundo a BBC, a justificação avançada é a de que se o latex de que são feitos os preservativos não consegue evitar totalmente a passagem do esperma, é ainda maior a possibilidade de ser permeável ao vírus do HIV.
O Vaticano opõem-se ao uso de qualquer tipo de contracepção artificial, incluindo de perservativos — a única forma de impedir o contágio de doenças sexualmente transmissíveis —, defendendo que a melhor forma de combater a epidemia da sida é fomentando a abstinência sexual.
No entanto, este argumento estará a ser reforçado com argumentos, não comprovados cientificamente, que põem em causa a eficácia dos contraceptivos.
"Estas declarações incorrectas sobre os preservativos e o HIV são perigosas quando enfrentamos uma pandemia global que já provocou a morte a mais de 20 milhões de pessoas e afecta actualmente pelo menos 42 milhões", afirmou um porta-voz da OMS.

in Clix Notícias


coment:
Sim vaticano tás lá, todos sabem que o preservativo é o unico modo de parar/abrandar o crescimento


já diz aquela musica brasileira nao é :P


se você que ... use camisinha, pode ser da cara ouda baratinha... idem idem aspas aspas
--------

mau e agora onde ficamos???

com dois documentos tao contraditorios como fazemos a coisa usa-se ou nao se usa?? eu cá acho que o melhor se usar agora o resto é com vocês apenas se respeitem hã? que esse assunto nao é para brincar.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Pesquisa personalizada